Novo Brasil

WA Delegate (non-executive): The Empire of Repes (elected )

Founder: The Technocracy of Imperio de Jandira

Last WA Update:

Most Influential: 244th Most World Assembly Endorsements: 247th Most Nations: 302nd+27
Rudest Citizens: 454th Largest Information Technology Sector: 486th Most Scientifically Advanced: 490th Largest Retail Industry: 624th Highest Disposable Incomes: 640th Largest Black Market: 657th Smartest Citizens: 732nd Most Cultured: 906th Most Inclusive: 931st Highest Average Incomes: 942nd Most Armed: 957th Highest Poor Incomes: 1,168th Most Subsidized Industry: 1,204th Largest Manufacturing Sector: 1,288th Largest Publishing Industry: 1,336th Largest Arms Manufacturing Sector: 1,359th Highest Wealthy Incomes: 1,421st Most Valuable International Artwork: 1,568th Most Secular: 1,575th Most Advanced Public Education: 1,607th Highest Economic Output: 1,667th Most Developed: 1,678th Largest Governments: 1,734th Healthiest Citizens: 2,189th Most Corrupt Governments: 2,278th Most Beautiful Environments: 2,350th Most Extensive Public Healthcare: 2,360th
World Factbook Entry

Região Novo Brasil


Que todo mundo seja bem-vindo à região Novo Brasil! Fundada por jogadores para jogadores na data de 14/01/2018!

Nossa região é focada num RP geopolítico de grande porte, portanto, mostre seus dotes diplomáticos e mostre que é capaz de gerir uma nação!

Links Úteis: Índice – Regras Regionais | Factbook do Mapa Regional | LinkFacebook | LinkWhatsApp (ON) | LinkWhatsApp (OFF) | LinkDiscord | LinkMapa Regional


► INFORMAÇÕES DO RP

Ano atual do RP: 2022



  1. 16

    Atlas - O Mundo no Século XXI - Conheça os países da região

    FactbookInternational by Magna atlantica . 705 reads.

  2. 12

    Guia para desenvolvimento de bons roleplays na região

    MetaGameplay by Imperio de Jandira . 487 reads.

  3. 25

    Lista de Códigos do NS

    MetaReference by Lysandus . 888 reads.

Embassies: Portugal, Right to Life, Gypsy Lands, The Embassy, Union Mundial, Argentina, Imperium of the Wolf, Bus Stop, The Illuminati, United States of America, Oceania, Jamaica, Authoritarianism Is Cool Kind Of, Indonesia, India, Hollow Point, and 133 others.International Debating Area, Mongolia, New Mexico, Maryland, Kentucky, Australia, The Bar on the corner of every region, Senegal, Reality, Barbaria, Union of Socialist Powers, Singapore, Kylden, The Glorious Nations of Iwaku, The Nation of Nations and Friends, ITALIA, Hetalia, Slavija, Poland, Regionless, Avadam Inn, Organization of United Sovereign States, Agora, 0000, Turkic Union, Ozymandium, Greater Dienstad, Arconian Empire, Angola, Star Frontiers, The NewsStand, Nintendo, Federation of Planets Headquarters, CISB, Yarnia, Tsumonrin, The Peaceful Coffee Shop In Chicago, Solid Kingdom, Eientei Gensokyo, New World Union, Cyberius Confederation, The Dank Meme Alliance, Free Market Federation, The Council of The Multiverse, Great Britain and Northern Ireland, Parkland, Okanagan, Knights of the Round Table, Two Letter, Ancient Lands, Republic of Russia, Sudan, Purgatory, The Gambia, Seattle, Future Earth, End 500, The Alterran Republic, The Junto Region, The Great Universe, Union Hispanica, Iveagh, Mitteleuropa, Lardyland, Elparia, Roman Empire, The Sands, The Milky Way Galaxy, Bellatoria, The Great Region, Union of Allied States, The United Empires of Carson, Gay Equality, The Insulam Confederacy, The Hodori Archipelago, Shrayan Bose, Scandinavia, Sacrum Romanum Imperium, Realm of Unrestricted Science, Emirates of Futurnia, Deutschland, Japan, Union of the Kind Ones, Cyland, The Dawn of Unity, The New Mappers Union, Anime and Memes Alliance, Cyterian Treaty Organisation, Rio de Janeiro, Non Aligned Movement, Latinoamerica Libre, Empire of Great Britain, Misanthropic Bloc, Chicken overlords, The Sea Of Love, Rhode Island, New Brunswick, Mississippi, Gabon, Pacific Union, The Awakening, Rhea, World, Malawi, Vermont Republic, Australian Capital Territory, Sao Paulo, Cote dIvoire, Wyoming, Galapagos, Idiot Squad, Bloco Liberal, Philippines, Novus Lucidum, The Galactic Empire of Britain, NationStatesHolics Anonymous, Skyrim, Union of Nationalists, The Independent Newspaper, Monarchist and Democratic Alliance, The Moderate Alliance, United Imperial Union, Train Station, Fredonia, The Interdimensional Community, Africa, United States of Femdom, Codex Ylvus, KoD lands, Union of Lardy Nations, China, Asia, and Great Aureania.

Tags: Large, Map, Multi-Species, Neutral, Offsite Chat, and Role Player.

Regional Power: High

Novo Brasil contains 60 nations, the 302nd most in the world.

ActivityHistoryRankAdministration

Today's World Census Report

The Largest Agricultural Sector in Novo Brasil

World Census bean-counters on horseback guided herds of cattle to slaughter in order to determine which nations have the largest agricultural sectors.

As a region, Novo Brasil is ranked 5,153rd in the world for Largest Agricultural Sector.

NationWA CategoryMotto
1.The Environmental agricultural of Alessandrian EmpireInoffensive Centrist Democracy“You Can't Stop Progress”
2.The International Republic of MarturiansMoralistic Democracy“For all people!”
3.The Republic of AbslandiaIron Fist Consumerists“Freedom through unity, unity through identity”
4.The Technocracy United Kingdom of GiraniaCivil Rights Lovefest“Unity for Freedom”
5.The United Kingdom of VenardiaInoffensive Centrist Democracy“Cum ardentibus lucernis”
6.The Monarchist Federation of XiburianNew York Times Democracy“Wealth, honor and tradition”
7.The Kuningaskunta of ValhudCorporate Bordello“Bold and strong, They don't fear death.”
8.The Supranational Confederation of VelesteNew York Times Democracy“Kulturo kaj Kunlaboro fortigas nin!”
9.The Federal Empire of AlissonoviaInoffensive Centrist Democracy“We Are United by Faith and Sword!”
10.The Constitutional Monarchy of WatzkeenNew York Times Democracy“Honor, Justice and Glory”
123456»

Regional Happenings

More...

Novo Brasil Regional Message Board

Messages from regional members are co-ordinated here.

LodgedFromMessages


The Federal Empire of Alissonovia

    Дневник Алденграда
    Најстарији, најутицајнији, најчитанији
    Diário de Aldengrado
    O mais velho, o mais influente, o mais lido

URGENTE: Número de assinaturas de tribunos aumenta e a Comissão Geral abre consulta para a deposição de Teresa Técj
Procedimento é aplicado para ser respondido pelos senhores tribunos em todo o país em caráter obrigatório.

ALDENGRADO - A Primeira-Presidente da Alissonovia, Teresa Técj (LS) está sendo acusada de forma oficial pelos tribunos do Poder Popular de "Incompetência Administrativa". O texto da acusação, exposto pelos relatores Konrad Yutenov e Ivanka Pitav, respectivamente tribunos das comunas de Aldengrado (Capital Nacional) e Médor (Berobinci), é este:

      "A senhora Teresa Técj, PRIMEIRA-PRESIDENTE DA ALISSONÓVIA, além de mergulhar o país em conflito armado com Estados estrangeiros e com grande consideração por parte do povo e Império alissense, é conhecida por sua má-gestão no atual cargo, confiado por NÓS a POPULAÇÃO, para governar o Império em nome de Sua Majestade Imperial. Tendo usurpado esse direito e usado para seus fins políticos e pessoais, é notório que seu nome esteja nos anais da memória como parte da corrupção generalizada que se encontra o país.

      Teresa Técj, em nenhum momento, buscou cooperar com os estados na reestruturação do país após os conflitos em que inúmeros alissenses tombaram em combate. Teresa Técj deixou com que parte do país seja destruído pelos conflitos e pela desigualdade social, que aumentou (segundo índices oficiais do próprio governo).

      Teresa Técj ainda, deixou de atender exigências do Poder Popular, que procurou dialogar com o Governo Federal a fim de que consiga melhorias para suas populações. O Governo Federal acabou por ignorar ou prometer cumprir em determinado tempo e não cumpriu. As exigências não eram consideradas "emergenciais", porém ainda sim, o não cumprimento delas acaba por demonstrar a lealdade do Conselho Federal de Estado ao povo e Império alissense.

      Assim, NÓS, OS TRIBUNOS DOS POVOS DA ALISSONÓVIA, no uso de nossas atribuições conferidos pela Constituição e leis complementares, tornamos a público a Consulta Pública para DEPOSIÇÃO da PRIMEIRA-PRESIDENTE acusando-a de INCOMPETÊNCIA ADMINISTRATIVA, nos termos apresentados pela Lei Complementar nº 17/1987.

      Seja Omni conhecedor de nossas intenções e nos julgue perante Seu entendimento."

Se sua acusação for aceita por maioria dos tribunos, Teresa Técj é destituída do cargo de Primeira-Presidente, sem qualquer indício criminal. Porém é importante ressaltar que a Primeira-Presidente é ré durante o processo que investiga se o Governo Federal desviou verbas durante a guerra e também durante construções públicas.

Além desse processo, que foi anunciado publicamente pela Corte Nacional, a população não foi atendida nas reivindicações de ajuda financeira pelo governo, principalmente à famílias de militares mortos na guerra e feridos em combate. A resposta dada pelo governo em ajudar foi anunciada. "O Governo Federal se compromete às famílias afetadas pelos conflitos". Porém nenhuma ação por parte do gabinete de Teresa Técj foi feita. Para especialistas financeiros, o governo não possui dinheiro.

Além dessa manobra, o governo quis trocar responsabilidades por maior autonomia dos estados. A responsabilidade de trocar impostos foi mal recebida aos presidentes dos estados e ao público em geral, e por isso, foi rechaçada na consulta pública para alterar a Lei Complementar sobre os estados.

Se não ter maioria de 2/3 dos votos, Teresa Técj permanece no cargo.

Participe como um tribuno! Exerça cidadania e decida o futuro alissense!

VOTE: https://forms.gle/6fwLHBdxRyskNsgL6



The Kritharchy of Twelve Tribes of Libria Confederacy

Grã-Sufete Yonatan Yocav recebe dignatários estrangeiros no Grande Sinédrio

LIVRYA-YAFO, Libria Confederacy - O Grande Sinédrio hoje atendeu dignatários de Kingdom of Irhk que solicitou oitiva como amicus curiae para requerer prazo para apresentar uma moção propositiva alternativa, respeitando a organização soberana e constitucional libriana, de modo a solucionar a demanda judicial que pode acabar com a legalidade de conversões religiosas no país. Librianos e irkhianos tem uma longa história de amizade regional e de respeito mútuo em suas grandes diferenças. O pedido não é inédito, mas é raro, o Reino Absoluto foi essencial em harmonizar as relações de Libria com o Império Korajita, atualmente República Unida de Koraja. Na reconstrução do Bete-Hamiqdah, o templo mais sagrado do librianismo, os librianos homenagearam aos irkhianos que são referenciados no painel artístico Le'Shalom, feito em ouro, onde se vê homens de turbantes entre librianos e giranianos, por terem intermediado na independência do país com a transição pacífica junto a Girania. Entretanto, o adiamento obtido pelos irkhianos não foi bem recebido pelo movimento Brit HaBirionim, que acusou os irhkianos de se prestarem à agir como testa de ferro da intervenção estrangeira em assuntos internos, Mannaesh Kustza deu entrevistas à radios e televisões alegando que interesses imperialistas se aliaram aos criminosos de colarinho branco para novamente adiar o julgamento.

via The Independent Newspaper

The Office of The Newspaper Boy

OOC: Greetings, do not forget to take part in our What the mood says poll!

The Kingdom of Anglannd

A Jornada

Recorde de temperatura em Thvrhn

THVRHN – A onde de calor sobre Anglannd já dura uma semana, resultado de uma massa de ar quente atuante sobre a parte sul do país, num fenômeno que levou a temperatura máxima bater a marca dos 37,5 C às 14:22 (horário local).

A última vez que a temperatura bateu uma marca tão alta foi no passado, alcançando 36,2 C, a maior máxima registrada desde que as medições começaram a ser feitas no país. A cidade com um pouco mais de vinte e cinco mil habitantes (onde se concentra metade da população) e que não costuma sofrer de dias tão quentes cancelou as aulas para todas as categorias durante essa semana, limitou a jornada de trabalhos extenuantes, estabelecendo uma pequena férias para que as crianças possam vivenciar a cidade durante esses dias.

Pessoas ocupam as ruas

As ruas quase que vazias de Thvrhn hoje acordaram com pessoas se acomodando em diversos pontos da cidade, consumindo sorvetes e afins.

Crianças correndo pela rua atrás de carros de sorvetes, tão populares nessa época de ano. Médicos avisam, entretanto, que se deve tomar cuidado, evitando atividades que necessitam de muito esforço físico, a desidratação e a exposição ao sol depois das dez horas da manhã.

15 idosos morreram nesse verão

15 idosos morreram nesse verão de Anglannd por causas associadas ao calor, a preocupação deve ser redobrada para essa faixa da população, recomenda-se repouso, hidratação constante, consumo de comidas leves e frias.

O Departamento de Saúde de Anglannd disse que está abrindo alas médicas gratuitas para a população idosa, com cobertura da maioria dos planos de saúde do país.



The Kritharchy of Twelve Tribes of Libria Confederacy

#QuestPelaFé

Sínodo de Livrya-Yafo/Porto Libria - Passo do Grande Sinédrio

No enorme prédio do judiciário libriano cujo é o único edifício na área histórica e sagrada da cidade que dá costas ao Grande Templo librio, os irkhianos adentram o Passo do Sínodo, um local aberto por uma abóbada de vidros de safira cujo a luz do sol reflete como pilares de luzes àqueles que sustentam suas teses - numa lembrança do céu aberto diante do poder divino celeste - com três andares onde 144 chefes tribais se reúnem para apresentar as demandas aos 12 shofets líbrios e o rosh-shofet Yonatan Yocav, este é o Grande Sinédrio, o órgão máximo da sociedade, religião e Estado librio. Yonantan Yocav é o maior interprete vivo de toda Halachá, o sistema de jurisprudência aos quais todos librios religiosos do mundo são regidos, e por fim, ele também lidera a Critarquia na prática como Chefe-de-Estado, mesmo distante da prática política externa e interna, todos os órgãos políticos em Libria, são, constitucionalmente, delegados sobre seu poder de interpretar a lei com o auxílio dos juízes (sufetes) que lhe aconselham. Os turbantes irkhianos não são contrastam na diversidade de roupas típicas desheretianas ali presentes.

As discussões referentes aos impasses em Libria parecem ter avançado, à medida que uma solução ainda não divulgada para as obrigações dos particulares em relação ao coletivo parece ter agradado os líderes em Libria. De acordo com a cobertura dos jornais, apesar dos obstáculos devido à natureza diferente dos Estados, a discussão avança de maneira saudável e a passos largos. O mais recente avanço, entretanto, ocorreu com a defesa oral de uma possível solução para as penas que afligem os recém-convertidos, realizada por Haami Sahid, diplomata que seria indicado para a cadeira na LN. Suspeita-se que a não indicação deu-se por motivos pessoais e profissionais. Eis a transcrição da defesa oral:

Ao chegar ao tablado alto gradeado onde os defensores ficam, Yonatan Yocav se levanta de sua posição alta e faz um gesto de saudação - todas mais de 300 pessoas no ambiente se calam, é iniciada a sessão solene.

    “Senhores, já nos debruçamos privadamente na questão das violações. Gostaria, antes de começar a minha exortação, de uma resposta, ou melhor, uma defesa da minha pessoa e por extensão, da diplomacia de Irhk.

    Enquanto comentávamos e discutíamos uma resolução pacífica, acusaram-me – ou melhor, acusaram-nos – de agirmos como testas de ferro para interesses imperialistas. Pergunto aos presentes aqui: como, se nossa estrutura governamental é irreligiosa ao ponto de ser uma particularidade em termos políticos? Como, tendo em vista que nos últimos conflitos diplomáticos Irhk posicionou-se à favor da neutralidade? E como, tendo em vista que toda essa discussão é pautada no processo de se compreender as particularidades de Libria? Não há, senhores, como ser um interventor a favor do imperialismo e agir ativamente na diplomacia mundial com tamanha reputação. Tendo respondido a tais acusações, permitam-me avançar.

    Nos últimos dias discutimos um sistema de obrigações que pudesse sanar as preocupações fiscais de Libria. Houve, claramente, uma parcela da população que não achou a verdade em seus corações e sim nos seus bolsos, e percebendo os ventos que lhes circundavam, travestiram-se em ateus, petovianistas e afins; contudo, o tópico dessa exortação não abrange os abutres que buscam acumular carcaças cheias de ouro. Venho aqui falar-lhes dos que honestamente desejaram-se a conversão. Percebam que, teologicamente, existe uma profunda discussão entre a relação dos poderes temporais e dos metafísicos, espirituais, divinos, deixo a escolha dos adjetivos aos senhores. Entretanto, esta é uma situação onde as duas esferas se cruzam. Estabelecemos, após extensa e árdua discussão, uma solução para os que realizaram uma conversão exclusivamente pela fartura de seus bolsos. Estes testemunharão o plano de evasão vestido de conversão vir a pó com o sistema que desenhamos aqui, neste mesmo Sinédrio em que discurso agora. E os que a fizeram em busca de uma paz interior, uma vida regida por um outro conjunto de princípios que lhe fornece maior conforto?

    Senhores, para o librianismo a vida é sagrada. Existem penas físicas, de reclusão, ostracismo, entre outras mais, conhecidas pela comunidade que agora me ouve. Questiono: tendo nós, com nossas eloquências e clarezas de mente, desenvolvido um método para apreender as raposas que tentaram escapar do galinheiro com mais ovos do que o permitido, não estaríamos nós cometendo uma injustiça ao punir a verdade, do indivíduo consigo mesmo e do indivíduo para o coletivo ao qual pertence, ao impedir-lhe de exercer em plenitude a sua vida, tendo este contribuído da maneira estabelecida pelo coletivo?

    Peço que considerem encarecidamente tal proposição: o quão justo torna-se esse conjunto de punições, tendo nós estabelecido um conjunto de soluções que supre a necessidade de tais punições? Não deveríamos nós, enquanto conjunto, observar como ambas, coexistindo, apresentam uma contradição? Peço também que considerem a trajetória do orador: não existe aqui qualquer pretensão religiosa de trazê-los para qualquer lado. Falo de um ponto isento, na medida em que a isenção é possível, e desejo que considerem isso com um peso significativo na tomada das decisões vindouras.

    Senhores, agradeço-lhes pela atenção que me cederam. Encerro aqui a minha exposição de ideias.”

Liberdade religiosa é garantida em Libria, decide o Grande Sinédrio

LIVRYA-YAFO, Libria Confederacy - Esta noite houve a sessão especial para que Haami Sahid, indicado por Kingdom of Irhk, apresentasse sua defesa em relação aos que renunciam sua fé e se fazem convertidos para outras religiões. Os irkhianos pediram um prazo e hoje Haami sustentou oralmente sua tese em favor daqueles que sinceramente renunciam a fé e abraçam uma outra ou tornam-se ateus, céticos ou agnósticos. O diplomata irkhiano terá sua sustentação oral televisionada por todo país. Numa sessão de portas fechadas, irkhianos apresentaram um sistema unificado de obrigações que colocaria por fim as falsas-conversões com intuito a evadir de penas, deveres e responsabilidades civis, penais e religiosas. Com o novo sistema que está já sendo encomendado a criação por ordem do Sufete Yonatan Yocav, Libria resolverá a maior parte do problema trazido. Restou o aspecto metafísico da questão. Após a defesa de Haami Sahid, Yonatan Yocav consultou seus 12 sufetes, em secreto, após 1h de sessão, Yonatan apresentou uma decisão a qual os 144 juízes tribais não puderam se opor (e necessário unanimidade) e Yocav leu o pronunciamento: permanece lícito, como sempre foi o costume, a conversão religiosa, não havendo mais motivos para sustentar a tese da quebra de obrigações anteriores dada a solução da criação de um registro único para todos deveres que serão mantidos, mesmo após conversões. Um estrondo de palmas daqueles que comemoravam a decisão é ouvido, como de costume, os que não gostaram da decisão ficam calados e resignados. Sinais de protesto são altamente desrespeitosos diante das autoridades máximas do Librianismo, à eles é lícito extravasar privadamente, diante da autoridade que estão investidos.

Defesa por Kingdom of Irhk

The Republic of Great Avaron

Chefes de Estado de Great Avaron, Kitai e Abslandia, reunidos em Avar assinam pacto multisetorial

Na capital de Great Avaron, os presidentes George Farrington, Lu Yaen e Augustinus Niedermayer III, sem cobertura midiática nem grandes cerimônias, assinaram o acordo que formaliza o pacto de Co-prosperidade "Abskivar".

O dispositivo assinado prevê, dentre outros termos, uma aliança militar e tratados de facilitação de intercâmbio tecnológico, compartilhamento de informações de inteligência, cooperação econômica e política.

A nota oficial despachada para a imprensa também incluiu algumas colocações importantes dos chefes de estado presentes:

George Farrington, de Great Avaron, disse que "Este pacto fortalece a amizade e a cooperação nesta região, as nações kitaienses, ogenias e feorlandesas tem agora a chance de assumirem as rédeas de seu destino, cooperando e trabalhando em conjunto pela estabilidade, segurança e independência regional"

Augustinus Niedermayer III, Presidente da Abslandia, declarou: "Creio que neste momento de escape do status quo, com o crescente questionamento da estabilidade e da coesão das nações centrais, surge a necessidade de se pensar em alternativas para o mundo periférico, e já passou da hora deste tomar as rédeas de seu próprio destino, embarcando em suas próprias políticas para resolver seus próprios problemas."

Por fim, o presidente do Domínio Popular de Kitai, Lu Yaen, afirmou que "O Domínio está em busca de uma estratégia ampla de garantia da segurança nacional, em parceria com nações vizinhas e demais nações amigas; internamente isso deverá ser discutido com mais detalhes no 18º Congresso do Partido Comunista de Kitai, marcado para o ano que vem."

Uma reunião de cúpula entre os países do pacto será marcada em breve, e já foram convidados a unir-se a esfera de co-prosperidade as nações de Freny e Kitaibei, reafirmando o objetivo de estabelecer um mecanismo regional de promoção da harmonia e colaboração internacionais, onde as responsabilidades nacionais convergirão para o caminho da felicidade geral dos povos.

via The Independent Newspaper

The Republic of NS Boy 1

Greetings friends! Please do read our latest interview with Eco-Paris Reformation and do upvote if you like it!

We have arrived in The Paris Agreement to meet Eco-Paris Reformation and have an interview with them.

1. First of all, the most curious question, why did you suddenly leave NationStates?

I left NationStates for no particular reason. The site felt without purpose for what I was doing. I worked hard for the environment, health, and equality of and for our planet. I returned from my nearly year-long hiatus to work with a longterm friend, Greenwaters (R.I.P), on the Environmental Protection Council. After 30 odd days without a message or any action from Greenwaters, he oddly ceased to exist from lack of activity. To be truly honest, I returned thanks to Drew Durnil (the Youtuber), seeming someone as famous as he was playing this game, it began to revive what was breaking off. I'm going to work harder than ever to fight for what I believe in, and hopefully, NationStates is with me!

2. As you have returned after a long time, can you notice any significant change in the NS multiverse?

I notice little-no differences and or changes within the NS multiverse. Some regions have come and gone, and some of which I was once very close. It's a shame to see such staple nations and regions go. I've been back for a few months or so, and I've gotten to remember everything here again! And, might I say, it's good to be back!

3. How are you renovating your new region?

I plan on holding more events, sponsorships, campaigns, debates, polls, and such. It's going to be very similar to my last region with a modernizing twist! Hopefully, everyone will like it!

4. Yes, I think it is a good idea, next question. How much support did you receive during your previous mission of 'Green Environment' on NationStates?

I believe that I had a significant amount of support during my previous mission of 'Green Environment' on NationStates. I had well over 100 embassies, multiple events, and close relations and awareness programs and initiatives. I'd like to thank any and if not all the regions that helped me achieve my accomplishments along the way! <3

5. "The most ignored issue in the General Assembly is the concern of Environment." Comment on the statement.

- I'd like to argue against this. The General Assembly has plenty of environmental resolutions, and as long as they continue to have 1-2 per month, then it's a great start. I believe that bigger and better things need to happen! I'm waiting for the day that a huge environmental proposal is put to vote, that'll be a significant change for all of the NationStates!

6. Do you think there is any scope of inducing concern for the environment, your mission, in the politics of regions' gameplay?

This one is hard to answer. In my opinion, the environment should be in the politics of regions' gameplay. If every region helped to spread awareness, it will certainly help a lot! It's important to note that it should be up to each and every region' to decide what gameplay that we want to do.

Yes, the question is quite complex in the terms of gameplay on NationStates.

7. Do you think workshops and other events on NS can help your cause?

I, personally, believe that workshops and other events on NationStates can help my cause of the environment, health, and equality. The more awareness we spread, the better. There's nothing more important than trying, and this one of the biggest steps towards trying!

8. Before we leave, do you have any message for our readers?

As of now, I have no questions for the readers.

Before we depart from their region, we wish good luck to Eco-Paris Reformation and hope more people will join them in their mission.


Read dispatch

The Hivemind Commitment of Abomination

#UmFioDourado

O Vadila-Yama da civilização abohala de Abomination começou a deslumbrar-se com as maravilhas do mundo moderno. Há milhares de coisas difíceis de processar inclusive o conceito de liberdade do mundo exterior. Em alguns dias que tem estado em Tigrésia, recebendo assistência de muitos funcionários da Liga das Nações que tem lhe instruído o funcionamento da organização, Vadila-Yama tem se desesperado de conflitos internos, como um homem jovem e ingênuo ele desabafou pelos corredores algumas aflições existenciais. O choque é grande. A pujança material que nunca teve contato. O Vadila-Yama chegou a se emocionar ao ser explicado os índices de desenvolvimento de seu país comparado. As vezes os funcionários da Liga das Nações precisam ultrapassar a barreira de uma assistência à um soberano para falar de coisas que são quase banais para Ravana Rakshasa. Nos corredores da Liga das Nações fofocas começam a correr sobre os segredos culturais abohalas... Alguns se indignam, outros forçam a compreensão. Uma das fofocas é que Ravana Rakshasa foi emasculado ainda na infância - alguns sentiram náuseas quando Ravana tranquilamente teria explicado que na sua função não seria permitido reproduzir. Outra história chocante é das rainhas Abohalas, mulheres de uma das castas mais altas da sociedade abohala. Explicavam a Ravana a Convenção de Adenas e ele calmanente explicou existem poucas mulheres no sentido da Convenção no país, porque "apenas as rainhas são mulheres". Os funcionários da Liga das Nações fizeram alguns questionamentos e Ravana explicou que "homem e mulher" são status para alguns abohalas, a maioria dos abohalas tem o gênero neutro, o fato curioso foi recebido primeiro com interesse, mas quando Ravana tentou explicar que as rainhas são mães de toda sociedade o clima não ficou agradável para alguns membros da Liga das Nações, e Ravana resolveu parar de falar. Os dias tem sido estressantes para o Vadila-Yama abohala que teria desabafado que "não sabia se tinha tomado a decisão certa".

The Supranational Confederation of Veleste

Great Avaron wrote:Chefes de Estado de Great Avaron, Kitai e Abslandia, reunidos em Avar assinam pacto multisetorial

Na capital de Great Avaron, os presidentes George Farrington, Lu Yaen e Augustinus Niedermayer III, sem cobertura midiática nem grandes cerimônias, assinaram o acordo que formaliza o pacto de Co-prosperidade "Abskivar".

O dispositivo assinado prevê, dentre outros termos, uma aliança militar e tratados de facilitação de intercâmbio tecnológico, compartilhamento de informações de inteligência, cooperação econômica e política.

A nota oficial despachada para a imprensa também incluiu algumas colocações importantes dos chefes de estado presentes:

George Farrington, de Great Avaron, disse que "Este pacto fortalece a amizade e a cooperação nesta região, as nações kitaienses, ogenias e feorlandesas tem agora a chance de assumirem as rédeas de seu destino, cooperando e trabalhando em conjunto pela estabilidade, segurança e independência regional"

Augustinus Niedermayer III, Presidente da Abslandia, declarou: "Creio que neste momento de escape do status quo, com o crescente questionamento da estabilidade e da coesão das nações centrais, surge a necessidade de se pensar em alternativas para o mundo periférico, e já passou da hora deste tomar as rédeas de seu próprio destino, embarcando em suas próprias políticas para resolver seus próprios problemas."

Por fim, o presidente do Domínio Popular de Kitai, Lu Yaen, afirmou que "O Domínio está em busca de uma estratégia ampla de garantia da segurança nacional, em parceria com nações vizinhas e demais nações amigas; internamente isso deverá ser discutido com mais detalhes no 18º Congresso do Partido Comunista de Kitai, marcado para o ano que vem."

Uma reunião de cúpula entre os países do pacto será marcada em breve, e já foram convidados a unir-se a esfera de co-prosperidade as nações de Freny e Kitaibei, reafirmando o objetivo de estabelecer um mecanismo regional de promoção da harmonia e colaboração internacionais, onde as responsabilidades nacionais convergirão para o caminho da felicidade geral dos povos.

Velestian Times

Veleste inicia diálogos com o pacto de Abskivar

O Representante do Exterior Stupebant Spettro disse em entrevista hoje de manhã que iniciou diálogo com as nações do novo pacto de Abskivar que promete ser um bloco político-econômico de aspiração no cenário mundial, entre as conversas Spettro revelou a intenção de programar uma possível entrada da Confederação ao pacto:

"Tivemos muitos avanços nas conversas e creio que esse movimento será muito importante nesses tempos conturbados. A Liga das Nações infelizmente perdeu muito prestígio e brevemente as reais intenções de vários países se manifestarão como todos viram na última reunião, até lá nós buscaremos uma base internacional de cooperação de nações para alavancarmos nossa posição mundial com a diplomacia."

Spettro preferiu não comentar sobre a reunião de cúpula do pacto, ele alega que ainda não há nada concreto para oficializar e que buscará estabelecer um acordo formal e justo para todas as partes.

Se as negociações avançarem, Spettro terá de ter o apoio da maioria do Conselho Geral para aprovar a entrada da Confederação, os Conselhos Regionais poderão manifestar em apoio ou contra a decisão e se 4 de 7 manifestarem contra, a decisão será feita por um plebiscito geral voluntário de todos os habitantes.

Velestian Times, a notícia em primeira mão.

The Federal Empire of Alissonovia

#Mestre

OFF: Aberto está o N-DAY!

Nossa região irá participar e se coordenar pelo grupo ON no Whatsapp Regional

Venha conosco nukar outras regiões! A COBRA VAI FUMAR!

Link da Facção: page=faction/fid=283

Forum View